Comunicações emergenciais integradas aos radioamadores em Santos - SP

01:41 Fernando Luiz de Souza 0 Comments



Foto 1: Da esq. para direita, Cap. Kamada (CEDEC-SP), Paulo César do Santos (RENER), Cel. Daniel Onias (CEDEC-Santos) e Regina Elsa Araújo (REDEC I/2), no encontro da RENER realizado em Santos. (Foto: RENER)
 
A Rede Nacional de Emergência Radioamadora (RENER) promoveu no dia 13 de abril de 2012 na cidade de Santos (SP) o Curso de Atuação Emergencial para Radioamadores e membros da Defesa Civil (CAER) visando o desenvolvimento da RENER na região, com o apoio da Coordenadoria Municipal de Defesa Civil de Santos.
Representantes de 7 das 9 cidades da Baixada Santista estiverem presentes no curso que envolveu aspectos técnicos e operacionais das comunicações emergenciais. Entre os temas tratados estão o funcionamento do Serviço de Radioamador, a relação da RENER com a estrutura do Sistema Nacional de Defesa Civil (SINDEC), as frequências de operação, propagação, transceptores, antenas, exemplos de prevenção, operações de resposta, indicativos de chamada, códigos empregados nas comunicações, manual de ativação, questões normativas, como ativar a RENER, como proceder durante um desastre, entre outros tópicos.
 
Radioamadorismo como serviço voluntário de utilidade pública
 
A RENER foi criada através da Portaria Ministerial MI-302, de 24 de outubro de 2001, pela Secretaria Nacional de Defesa Civil (SEDEC), o Ministério da Integração Nacional, com apoio da Liga de Amadores Brasileiros de Rádio Emissão (LABRE).
Em diversos países os radioamadores prestam auxílio voluntário em comunicações emergenciais, especialmente quando há falha na infraestrutura convencional das redes de telecomunicações e de distribuição de energia elétrica devido desastre, situação de emergência ou estado de calamidade pública.
 
Fotos 2 a 5: Veículos especialmente configurados por radioamadores na América do Norte para executar comunicações móveis emergenciais em diferentes faixas de frequências. Em sentido horário, de cima para baixo, furgão do condado de Lee, Virgínia, EUA (N4TUX); do condado de Monroe (ARRL), da cidade de Regina, Canadá (CJME) e da cidade de Hartford, EUA (The Examiner)
 
Os radioamadores ajudam na comunicação tanto de eventos localizados como em catástrofes de grandes proporções, como durante as enchentes americanas da década de 1930, as enchentes europeias de 1953, terremoto na cidade do México em 1985, Tsunami no Oceano Índico em 2004, terremoto italiano de 2004, furacão Katrina e enchentes em Nova Orleans em 2007, terremoto do Haiti em 2010; terremoto, tsunami e acidente nuclear de Fukushima em 2011; ou até mesmo no apoio às equipes de resgate em Nova Iorque durante os atentados de 11 de setembro de 2001.
O radioamador também atua em eventos sazonais como as sequências anuais de tempestades, tornados e furações nos EUA.
No Brasil a RENER foi ativada durante as enchentes no Nordeste (2004), em Santa Catarina (2010, 2011), Alagoas (2010) e no Rio de Janeiro (2011). Adicionalmente há inúmeros casos isolados das ações dos radioamadores e grupos locais que auxiliaram nas comunicações da Defesa Civil durante situações de calamidade pública.
 
Fotos 6 a 9: Equipes de radioamadores durantes eventos emergenciais e treinamentos. Em sentido horário, de cima para baixo, equipe do Mount Vermont Amateur Radio Club e Knowx County Emmergency Management, EUA (MountVernonNews); equipe em evento público ligado a cadeirantes nos EUA (Wheel-a-thon), K5CRO e N7XYO na sala de controle (ARRL) e radioamadores na base da NOAA em Los Angeles, EUA (HMT-NOAA).
 
Alguns radioamadores e coordenadores estaduais de Defesa Civil foram condecorados no Brasil e exterior pelas feitos no contexto comunicacional, como Amauri Toccolini Felsk, PP5BB (2010), Sebastião Marcelo dos Santos, PP7MS (2010), Carlindo Norberto P. de Oliveira, PY1NT (2011) e Marcelo Freire, PU1MEF, no prêmio internacional "Golden Antenna 2011" recebido na Alemanha.
A União Internacional de Radioamadorismo (IARU), em sintonia com a União Internacional de Telecomunicações (ITU), promove periodicamente o Globalset, simulado internacional de comunicações emergenciais com a participação das associações nacionais de radioamadorismo e suas redes, no caso brasileiro a LABRE e a RENER.
 
Próximos passos
 
Foto 10: Secretário nacional de Defesa Civil, Humberto Viana (esq.) participa da reunião do Conselho Nacional de Defesa Civil, ao lado do ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho. Reestruturação do CENAD foi um dos temas tratados. (Foto: Wilson Dias/EBC)
 
Segundo o coordenador da RENER, Paulo César dos Santos, PT2PC, a mudança da localização e instalações do Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres (CENAD) abre espaço para uma nova estação da RENER em Brasília, aproximando o gerenciamento prático da rede de maneira integrada com os demais sistemas de gestão de crises em esfera interministerial.
No congresso nacional, está também em tramitação um novo projeto de lei que visa isentar o radioamador voluntário da RENER dos impostos de importação de equipamentos de rádio. "Isenção é um incentivo à atividade", declarou o deputado federal Jerônimo Goergen (PP-RS) em entrevista na Rádio Câmara.
 
Desenvolva a RENER na sua região
 
Foto 11: Equipe da Defesa Civil da região de Santos no encontro com a RENER. (Foto: RENER)
 
Segundo Paulo César dos Santos, “os radioamadores interessados devem procurar o COMDEC de seu município, conversar com o responsável e informar a respeito do projeto ´custo zero´ que tem à disposição. Se o estado tiver coordenadorias regionais que já conhecem a RENER, ficará mais fácil a divulgação”.
Qualquer coordenadoria regional de Defesa Civil também poderá solicitar gratuitamente a execução do curso CAER e receber orientações para instalação da sua RENER local, tal como ocorreu em Santos.
O próximo curso da RENER ocorrerá em São Paulo, nos dias 18 e 19 de maio de 2012. Confira informações pela LABRE-SP.
Entre em contato com a RENER pelos endereços:
 
 
E-mail: rener <símbolo da arroba> integracao.gov.br
Home page: http://www.defesacivil.gov.br/rener/index.asp
Endereço: Secretaria Nacional de Defesa Civil – Sedec.
Esplanada dos Ministérios, Bloco "E" - 7º andar, Brasília/DF, CEP: 70067-901
Tel.: (61) 3414-5869
Fax: (61) 3414-5967
 
Assessoria de Imprensa LABRE

0 comentários: